Mensagens do blog por Business Education

Todo o mundo

O debate sobre o uso ou não da tecnologia como ferramenta de aprendizado, já é passado. A tecnologia não só faz parte do aprendizado, como é fundamental no modo como a geração atual lida com o mundo. 

A evolução do ensino

De maneira rápida e fácil, pois com qualquer dispositivo móvel, mesmo os mais simples, o ser humano já não tem mais dificuldades em buscar qualquer tipo de informação. A escola já abandonou o posto de mera disseminadora de informação. Não se pode negar que a internet hoje é o maior acervo de conhecimento, apesar dos livros e dos professores. Desta forma, ignorar isso é contraditório, assim o mais lógico é incorporar isso na estratégia de ensino. No decorrer do tempo, a tecnologia vem mudando a prática do ensino, causando uma reciclagem e uma mudança nas estruturas escolares e nos seus profissionais. A evolução vem ocorrendo de maneira natural, partindo do princípio de que a mente das pessoas já se habituaram a uma quantidade muito maior de informação desde muito cedo. 

O uso da tecnologia, se bem orientada, estimula a criatividade, o raciocínio, o estudo, a capacidade de pesquisar, por isso se prender simplesmente à técnicas ultrapassadas é sub aproveitar o potencial das pessoas. Entretanto, é necessário planejamento das aulas como também a escolha do método de ensino, pois o foco dessa orientação é o que deve ser trabalhado pelo professor, evitando o vício em atividades inúteis, e encaminhando o aluno para um uso prático. 

O e-Learning é a palavra da vez, porém é fundamental a participação do aluno na construção deste processo. Como o giz está ficando de lado, o e-Learning está gerando mudanças na dinâmica do aprendizado, ganhando mais adeptos, não só em cursos inteiros, mas também em conteúdos complementares.  

O tempo de aprendizado e a busca do conhecimento se ampliou, pois também ocorre fora da escola. Atualmente, o estudo, os trabalhos, o reforço de aulas e simulados são realizados por meio de plataformas interativas, conteúdos online, seja através de um curso com professores online, vídeos e podcasts, havendo um maior aproveitamento do aluno. Assim, o tempo do professor em contato com o aluno deve ser bem aproveitado, não só para repassar o básico, mas sim para ensinar formas de como buscar o conhecimento. 

A tecnologia mudou a profissão do professor, pois hoje ele é um produtor de conteúdo, independente da escola, veja os diversos conteúdos disponibilizados no youtube como em outras plataformas. Talvez ainda exista resistência, em virtude de alguns desses profissionais ainda não acreditar nessa mudança. 

Um erro comum hoje, é o professor disponibilizar uma videoaula ou um vídeo numa sala de aula ou plataforma, achando que está praticando o e-Learning, todavia isso não produz interatividade. É necessário interagir, engajar o aluno e fazê-lo usar a tecnologia para solução de problemas, isto é, a tecnologia deve ajudar, não ser só uma via expositiva. Há uma demanda em inovar no currículo que forma o profissional da educação. Essa mescla de prática com teoria, ferramenta física, com ferramenta mental, tudo isso ainda precisa ser melhor pensado. 

As universidades já formam professores que consideram a internet fundamental para o seu cotidiano, mas não formam profissionais que reconhecem a tecnologia como indispensável para o ensino. Pode-se ir muito mais longe, se refletirmos sobre as possibilidades, no entanto o que falta efetivamente é compreender o que fazer com tudo isso. 

Sinceramente ainda não sabemos ser completamente "digitais", mas é um caminho sem volta, assim deve-se investir cada vez mais na formação dos professores para que possam expandir seus horizontes, assim como os alunos. O homem é um ser que precisa de orientação e informação, e a tecnologia ampliou muito isso e está a favor da educação.

[ Modificado: domingo, 30 Abr 2017, 17:01 ]