Mensagens do blog por Business Education

Todo o mundo

Em seis anos, o número de alunos matriculados em cursos a distância deve ultrapassar o ensino presencial. A estimativa em 2023 é de 4,7 milhões de alunos em faculdades privadas estudando on-line, ou seja, 51% do total de 9,2 milhões de estudantes, de acordo com os dados da consultoria Educa Insights. No último dado divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2015, era de apenas 20% dos alunos estudando a distância. 

A projeção leva em conta o histórico de crescimento dos últimos 5 anos, como também a entrada de instituições renomadas no mercado de graduação a distância como FGV, PUC, USP, entre outras. 

Além disso, o Ministério da Educação (MEC) liberou um grande número de polos para variados grupos de ensino e aprovou novas graduações a distância, como engenharia e outras na área da saúde, já que até 2014 apenas os cursos de administração, pedagogia e licenciaturas eram permitidos a distância.

Outro fator que impulsiona esta projeção, é que algumas pessoas moram em regiões distantes dos grande centros e os cursos on-line são a única opção. Em 2015, eram apenas 434 municípios com cerca de 153 mil alunos, que contavam somente com graduações a distância. No Brasil hoje, são 3,8 mil polos de ensino a distância em operação, conforme tabela abaixo. 

Até 2023 graduação a distãncia será maior que a presencial

Segundo Luiz Trivelato, sócio da Educa Insights, um curso a distância é rentável a partir de 10 mil alunos". Além disso, a força da marca no presencial é importante para atrair alunos para os cursos a distância, porém a instituição precisa ter fôlego financeiro, pois o ensino a distância demanda um investimento alto antes da geração de receita.

O MEC projeta novas regras para o segmento, como a de permitir que as universidades e centros universitários tenham autonomia para abrir novos polos, sem precisar de aval do ministério. Hoje, a aprovação de pedidos de abertura dessas unidades pode levar anos, espera-se que com isso, a concentração de polos nas mãos dos atuais grupos diminuam.

Quer saber mais, clique aqui.

[ Modificado: domingo, 30 Abr 2017, 16:50 ]